Por Renata Maria

intro_alimentar5

Sentir novos sabores e texturas pode ser também uma brincadeira muito divertida. Foi por isso que no dia em que brincamos com a Maria Luisa preparamos também um lanchinho saudável e lúdico. Afinal, sabíamos que ela teria fome depois de tantos estímulos.

Já explicamos aqui que bebês aprendem através dos sentidos e deixar que eles tenham as primeiras percepções do mundo através das mãos é fundamental no desenvolvimento integral da criança. Então, aliado a essa percepção sensorial, resolvemos apresentar para ela novos alimentos usando BLW.

Mas o que é BLW? BLW ou Baby Led Weaning nada mais é que você dar comida para o bebê sem auxílio de talheres para incentivar autonomia na hora de comer. Os alimentos devem ser picados para que a criança possa pegar com as próprias mãos e levá-los a boca. Ela decide o que quer e quanto comer.

Pois bem. No dia nós preparamos pedacinhos de legumes cozidos e frutas bem maduras e molinhas. Estrelas de abóbora, rodelinhas de banana, corações de kiwi. Tudo bem colorido e com formas lúdicas para que ela explorasse da maneira que achasse melhor. Mal colocamos a bandeja no chão e ela logo ficou curiosa com todas aquelas formas e cores. Primeiro foi o kiwi, azedinho mas que ela comeu direitinho. Depois veio a abóbora, a banana, melancia e logo a bandeja estava vazia. Alguns pedacinhos espalhados pelo chão e pela roupa, mas uma Maria Luiza feliz e satisfeita com tudo que experimentou.

Se você quer saber um pouquinho mais sobre BLW, é só ler nossas dicas depois das fotos e bom apetite! 

intro_alimentar

intro_alimentar3

intro_alimentar4

intro_alimentar2

Coordenação motoraSem categoriaSensorial

Dificuldade de preparo fácilMuita bagunça

DICAS
  • Baby Led Weaning (BLW)  não é novo, alguns pais já utilizavam o método mesmo antes de ser chamado assim. Ele foi criado pela inglesa Gil Rapley ao alimentar os próprios filhos. Existe uma comunidade muito grande dentro e fora do Brasil com vários artigos, paginas no facebook e blogs que explicam com mais detalhes a origem, além dos princípios e as experiências de outros pais com o método.
  • O BLW não deve ser usado por qualquer criança, entre elas as prematuras e as que nasceram com alguma condição especial. Antes de fazer a introdução, converse com o pediatra do seu filho e peça orientação.
  • Use cortadores de biscoito para fazer as formas nas frutas e legumes.
  • Procure misturar cores, texturas e sabores, para deixar a experiência mais rica.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Sensorial. Atividade que envolve tato, olfato e paladar.
  • Coordenação motora. Pegar os alimentos com as próprias mãos e levá-los até a boca também é um exercício.
  • Motor. Exercita a mastigação.

SEGURANÇA

  • É fundamental que um adulto acompanhe a atividade o tempo inteiro.
  • Alimentos muito pequenos devem ser evitados.
  • Muita atenção com sementes e caroços. Certifique-se de que todos foram retirados antes de oferecer para a criança.
  • Bebes correm menos risco de engasgos ao levar o alimento a boca do que sendo alimentados por colheres, já que se mostram mais preparados para comer.
  • Nós cozinhamos e deixamos os alimentos super molinhos, a ponto de desmancharem ao toque.

PREPARO E BAGUNÇA

  • O preparo é simples, basta descascar e cortar as frutas e os legumes depois de cozidos.
  • Faz bastante bagunça sim. Mas entendemos que faz parte do processo de aprendizagem e independência da criança, então é super bem vinda.