Por Renata Maria

memoria_arroz4

Antes do Massacuca existir, nós reuníamos nossos meninos para brincar e então aproveitávamos para testar algumas receitas. Os momentos eram registrados sem sabermos muito bem o que seria feito com as fotos. E foi numa tarde em que tingíamos arroz para montar uma caixa sensorial que fizemos essa brincadeira.
Olhando as fotos dos momentos pré-massacuca, deu saudade dos nossos meninos pequenos e ainda com pouco cabelo! Lembramos o quando gostávamos de preparar atividades sensoriais para eles brincarem e resolvemos compartilhar essa hoje.

No dia, fizemos alguns testes de cores e com a sobra de um vermelho mais desbotado resolvemos criar um jogo de pares com algumas peças da arca de Noé do Gael. Como a arca vem com animais em pares, o desafio era encontrar primeiro uma peça e depois a outra, criando um jogo de iguais sensorial.

A brincadeira aconteceu sem muita ordem mas com muita colaboração. Enquanto Gael achava um camelo, Antonio pegava um elefante e então Gael procurava o outro elefante enquanto Antonio procurava a girafa e achava o camelo. Além de buscarem os pares e trabalharem raciocínio lógico, houve muita exploração da textura do arroz colorido além do trabalho colaborativo.

A brincadeira foi curtinha mas tão divertida que logo depois fizemos uma caixa temática para eles, que você pode ver aqui.

Quer brincar também? Ensinamos aqui como tingir o arroz e tem mais dicas depois das fotos. 

memoria_arroz

memoria_arroz2

memoria_arroz5

memoria_arroz3

Raciocínio lógicoSensorial

Bagunça moderadaDificuldade de preparo moderada

DICAS

  • Forre o chão com uma toalha. Fica mais fácil recolher a bagunça depois.
  • Crie o seu próprio jogo de encontrar os iguais usando objetos da casa. Duas colheres, dois blocos de montar, duas bolinhas… qualquer par serve!
  • Você pode criar uma caixa temática usando o brinquedo favorito do seu filho. Carrinhos, bonecas ou bichos, tudo serve para criar um mini mundo para explorar com as mãos.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Raciocínio Logico. Observar e associar pares é um exercício de raciocínio para as crianças menores.
  • Concentração. É preciso paciência e observação para encontrar peças iguais.
  • Sensorial. Brincar com arroz é uma experiência sensorial muito rica.

SEGURANÇA

  • A atividade deve ser sempre acompanhada por um adulto.
  • A brincadeira só pode ser feita por crianças que já não colocam mais os objetos na boca.
  • Verifique se a criança é alérgica a corantes antes de propor a brincadeira. Em caso de alergia, brinque com o arroz sem colorir.

PREPARO E BAGUNÇA

  • Colorir o arroz não é difícil, mas é preciso se programar para brincar. Dá para colorir o arroz com antecedência e deixar guardado em um pote para nos dias de chuva montar a brincadeira.
  • Faz bagunça, mas se você forrar com uma toalha fica mais fácil recolher depois.